Atualizado em: 27 janeiro 2012

Trem Azul - O último show de Elis Regina

A Trinta anos atrás, no Palco aonde é o Atual Hotel Sofitel em Copacabana, Elis Regina realizava a ultima apresentação da turnê “Trem Azul”, e ainda deixa saudade aos brasileiros. Confira uma matéria especial, em comemoração destes trinta anos.
Trem Azul - O último show de Elis Regina

Há exatos 30 anos, a última aparição nos palcos de Elis Regina era realizado no Rio de Janeiro.

publicidade:

Realmente já faz 30 anos que o Brasil acompanhou o último show de Elis Regina, Trem Azul, que foi aos palcos pela ultima vez em 1981, para se apresentar no Rio Palace, o atual Hotel Sofitel de Copacabana, em dezembro daquele ano.

Trem Azul

O do show tinha a direção de Fernando Faro, e foi lançado pela gravadora Som Livre, e tinha a capa de Paulo Vasconcellos, no mesmo álbum, apresentava um texto lindo escrito pelo próprio diretor na qual Elis Regina lia durante o show. Em sua apresentação entrou duas musicas que nunca haviam sido gravadas por Elis, como “Flora” e “Valsa de Eurídice”. A estréia do show Aconteceu em São Paulo, no Canecão, em 22 de julho, seguindo depois para outros locais como o Rio de Janeiro, Curitiba e Porto Alegre. A Cantora não sabia que sabia que este seria seu ultimo show, ultima vez que subiria aos palcos, mas ela ajudou a transformar e idealizar que o “azul era as linhas da TV na noite, nas casas das pessoas”.

Trem Azul - O último show de Elis Regina

Acima, fotos do Lançamento do Show “Trem Azul” no Canecão em São Paulo. (Divulgação)

Sua vida, Sua Obra

Elis Regina Ficou eternizada nos palcos, por sua voz, sua personalidade e é considerada uma das melhores cantoras que o povo brasileiro já pode ouvir e ver, sendo sucesso na era da musica popular. Ela inovava, trazia brilho aos palcos com alguns sucessos como “Transversal do Tempo” e “Falso Brilhante”, e conseguia demonstrar toda a emoção em apenas uma música. Ela surgiu nos anos 60 em um festival de música, e se destacou em meio de tantos outros talentos. Lançou seu primeiro disco em 1961 intitulado “Viva a Brotolândia” e depois disso não parou, lançando “Poema de Amor” em 62, “Ellis Regina” e “Bem do Amor” em 63, lançando um compacto simples em 1965 depois “Samba eu Canto Assim”, “Dois na Bossa”, “Zambi” e “O Fino do Fino” no mesmo ano. Elis Regina foi marcada por muitas letras e musicas, mas alguma polemicas.

Algumas frases

  • “Sempre vou viver como camicase. É isso que me faz ficar de pé”.
  • “Neste país, só há duas que cantam: Gal e eu”.
  • “Me tomam por quem? Um imbecil? Sou algo que se molda do
    jeitinho que se quer? Isso é o que todos queriam, na realidade. Mas não
    vão conseguir, porque quando descobrirem que estou verde já estarei
    amarela. Eu sou do contra. Sou a Elis Regina do Carvalho Costa que
    poucas pessoas vão morrer conhecendo”.

 

“Me apaixonei pela minha voz”, uma das frases que todos os brasileiros realmente sentem saudade, de escutar e apreciar a voz de uma das melhores interpretes da musica popular no país. (Divulgação)

A estrela se apagou…

Sua presença é memorável, e tocante, sendo a primeira pessoa a inscrever sua voz como se fosse um instrumento na Ordem dos Músicos do Brasil. Infelizmente Elis Regina veio a falecer em 1982, com 36 anos de idade, deixando uma obra imensa em tão pouco tempo de vida, e enriquecendo o nome da musica popular brasileira. Até hoje ainda há controvérsias sobre os exames que atestam a sua morte, não sendo comprovado que o caso de sua morte se decorreu ao consumo de altas doses de cocaína e bebidas alcoólicas,
sendo encontrado no seu quarto. O Brasil Chorou sua morte e relembra até hoje os brilhos de um trem azul que envolvia o povo e transmitia musicalmente um sentimento bonito. A Saudade é imensa, mas as lembranças boas são as que ficam.

Confira o Vídeo do Ultimo Show de Elis Regina em “Trem Azul” ao Vivo

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook