Atualizado em: 2 agosto 2013

Mulheres com Barba – Problema hormonal?

Ao contrário do que a maioria dos homens pensa, a ciência diz que as mulheres não se sentem atraídas por barbas.
Você Sabia?
Que no judaismo uma palavra dada tinha tanto valor quanto a um fio de barba arrancada.
AcneMat

O excesso de pêlos em locais onde somente nos homens ele se apresenta grosso

Os crescimentos excessivos de pelos são um problema que poderão atingir os homens e mulheres de qualquer tio de idade. Existem várias formas de se minimizar os incômodos, mas apesar disto além de depilação é interessante se compreender todas as causas deste problema que aflige muitas mulheres.
De acordo com diversos médicos especialistas, tudo se trata de uma questão de genética. E se os pais e ainda avós é que definem toda a quantidade de pelos que você irá ter através dos genes.

De acordo com médicos todos os hormônios que poderão determinar nas mulheres todo o crescimento de mais pelos são os chamados hormônios androgênicos. Estes hormônios acabam sendo presentes em uma maior quantidade nos homens e por isso existe uma boa diferença entre homens e mulheres de pelos neste sentido.

publicidade:

Sobre o Problema

Os pelos poderão posteriormente vir a ser uma preocupação e por isso é importante perceber, se você sempre teve uma quantidade de pelos e de repente começou a perceber um maior crescimento, quantidade e ainda espessura. Nesse caso seria interessante se pesquisar desde as suas possíveis alterações hormonais e até mesmo doenças consideradas congênitas de metabolismo, como a chamada fenilcetonúeria e ainda alterações do chamado triptofano.

E para se entender se sofre mesmo de uma doença, é interessante se detalhar todo o seu histórico, e por isso procure pensar em desde que isto começou a começar, ou se você não tomou algum tipo de medicamento, se não usou algum tipo de química, realizou cirurgia, tudo poderá alterar os crescimentos de pelos.

Soluções para o Problema

No caso de um diagnóstico vindo de dermatologistas e ginecologista for o caso de uma medicação, é possível se tomar remédios que controlem os pelos em excesso. É interessante se saber que uma vez que é diagnosticado este problema, a medicação deverá o reverter, mas os pelos que já existem devem ser removidos neste caso.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook